TheGoldenAura

… recodificar.

Monday, October 4th, 2004

tgawebrestyle2004

Restyle da webpage TheGoldenAura.

Tags:

2 Responses to “… recodificar.”

  1. Anonymous Says:

    O que não está ainda esclarecido é a relação do sujeito, uno, e a formação de um poder que tem características que nos levam a considerá lo um ente pensante,activo,atento e plural.Esse poder muitas vezes denomina-se Instituição!Qual o início das instituições?Os primeiros núcleos sociais?O “inconsciente” desses colectivos operava já por si, influenciando os membros?E de que forma?Porque oferecemos o nosso destino?
    As paredes são vistas como paredes.Não vislumbramos para além delas.Ao nos confrontarmos com estas barreiras,o caminho inverte se!As paredes somos nós. Somos obstáculos de nós mesmos(o que nos leva a pensar até onde vai a nossa liberdade?!?Porque me tornei eu obstáculo de mim mesmo??).Porquê esta submissão?
    Segundo Heiddeger, e parece me bastante esclarecedor a sua opinião,”A linguagem comum veste e apodera-se da compreensão e expressa se em linguagem”.Se eu me comunico,inclusivé comigo próprio,através de uma linguagem que me não pertence,então sou filho dessa linguagem,que arrasta consigo as liberdades individuais de todos os seus constituintes.E percebemos então que a fenomenologia ao tentar o caminho do eidos,também ela se acha incapaz,pois também ela comunica com linguagem.Se vestir todo este enredo e chamá lo de instituição perceberei então que também ela não existe.Existo eu e a comunicação,existo eu e os défices comunicacionais comigo mesmo.Os pais da Instituição são défices comunicacionais.
    Não é uma visão catastrófica do ser,mas parece me que o caminho passa antes de mais por morrermos como linguagem,como instituição e voltarmos a construir um novo eu com as mesmissimas partes que matamos.E isto leva tempo e coragem.Porquê as paredes?

  2. thegoldenaura Says:

    Curioso… de repente recordo-me de um amigo…

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.